Saiba quais são os 8 tipos mais comuns de trabalhos científicos

Os trabalhos científicos acompanham a vida acadêmica de todo pesquisador ou estudante.

E saber qual gênero utilizar em cada situação é essencial para produzir o texto adequado. Seja para uma disciplina ou para a conclusão de uma pós-graduação.

Conhecer os diferentes tipos de trabalhos científicos pode auxiliar também quem deseja submeter a uma revista científica por exemplo.

Desse modo ao produzir esses tipos de trabalhos você, como pesquisador, pode publicar através de revistas acadêmicas ou de eventos na sua área de atuação e assim obter mais visibilidade para a sua pesquisa, ao expor as suas descobertas para a comunidade científica.

publicações even3

Resumo

Um tipo muito comum é o resumo, assim como muito utilizado em diversas disciplinas na carreira acadêmica. O objetivo dessa produção é sintetizar os conteúdos presentes em um outro texto.

Além do resumo simples, também existe o resumo crítico, o qual conta com a sua opinião no texto, geralmente no parágrafo referente a conclusão do resumo. O resumo também é um tipo de trabalho que pode ser submetido para publicação em periódicos acadêmicos.

Pôster Acadêmico

O pôster é presente na maioria dos eventos acadêmicos. Ele conta com muitos elementos visuais, como tabelas, gráficos e imagens.

O conteúdo é mais resumido, pois a sua apresentação é de curta duração, menos de 5 minutos.

Cada evento possui a sua formatação específica solicitada no momento de produzir o pôster.

E, são nesses eventos que o pôster pode ser publicado, pois depende da comissão organizadora do evento organizar uma compilação dos pôsteres e divulgá-los para a sociedade acadêmica.

Resenha

Muito confundida com o resumo, a resenha se assemelha muito ao resumo crítico, pois, além de apresentar os conteúdos reúne informações adicionais e críticas específicas ao texto de análise.

Há periódicos acadêmicos que também aceitam o gênero resenha para publicações.

Impulsionando as publicações de trabalhos científicos diferentes dos artigos.

Auxiliando também os pesquisadores iniciantes que ainda não produziram um tipo mais completo como uma monografia.

Relatório

O relatório, diferente da resenha, não permite análises nem opiniões.

Ele é um documento que visa informar o andamento de uma pesquisa, assim como aulas de campo ou experimentais.

As agências de fomento à educação, como o CNPq, solicitam esses relatórios aos pesquisadores.

Os quais realizam uma pesquisa em nome da instituição de ensino e do CNPq.

Artigo Científico

O artigo é mais longo que um relatório, pois ele apresenta uma análise da pesquisa e também uma fundamentação em pesquisadores mais experientes sobre o tema da pesquisa.

Nele, vai estar a metodologia detalhada de como foi realizada a pesquisa.

Incluindo uma conclusão sobre a pesquisa, mostrando os resultados obtidos.

Amplamente aceito em revistas científicas e eventos é um dos trabalhos científicos mais utilizados para divulgar resultados no meio acadêmico.

Monografia

A monografia é utilizada como trabalho de conclusão de curso, podendo ser de uma graduação ou especialização.

E, geralmente há uma ou duas disciplinas no curso que visam a produção desse gênero, durando de 6 meses a 12 meses em média.

Por isso é tão conhecida e ao mesmo tempo muito temida. Ela é mais ampla e possui uma base teórica maior e sólida.

A monografia não exige resultados inovadores ou resultados vindos de pesquisas experimentais, mas um diálogo entre o objeto de pesquisa e a fundamentação teórica utilizada.

Dissertação

Usada para a obtenção do título de mestre, a dissertação busca trazer uma análise diferenciada do tema pesquisado ou problema observado.

Essa análise resulta das pesquisas realizadas de forma experimental ou empírica. Tudo isso durante todo o mestrado, contando com entrevistas e coleta de dados.

Tese

Este é o trabalho científico mais complexo entre todos os apresentados aqui.

A tese é o trabalho científico produzido com o objetivo de obter o título de doutor, e para isso o pesquisador desenvolve a sua tese por todo o período de doutorado, por volta de 4 anos.

Por isso, a tese deve conter um avanço significativo ou inovação na área da pesquisa realizada. 

Como é utilizada para conclusão do doutorado exige um grau maior de comprometimento.

É avaliada de forma mais rígida e necessita que o pesquisador tenha um conhecimento bem mais específico do assunto.

Sabendo exatamente qual o tipo de texto mais adequado para cada momento da sua carreira acadêmica.

Seja um trabalho de uma disciplina da graduação ou uma tese de doutorado, você otimiza o tempo de pesquisa e de escrita, sabendo o que vai pesquisar e qual tipo vai escrever.

Pois, você sabe o que vai pesquisar e como os organizadores e professores esperam que o tipo acadêmico seja feito.

Facilitando toda a sua vida acadêmica, no meio de gêneros que são muito confundidos entre os estudantes e pesquisadores.

ebook escrever artigos científicos

Comentários

comments

RECEBA Nossas Novidades

Comments