revisao de texto

Revisão de texto: dicas preciosas para uma escrita de qualidade

Você sabia que uma boa noite de sono é o primeiro passo para que sua revisão de texto saia do jeitinho que você quer?

Ninguém precisa ser um expert para conseguir melhorar seu próprio trabalho.

Pequenas atitudes podem fazer com que a sua pesquisa mude de cara!

Professores, estudantes e acadêmicos produzem diversos conteúdos diariamente, mas a falta de atenção pode comprometer desde os pequenos detalhes até a revisão final do texto.

Lembre-se de que o objetivo é construir um texto que flua sem engasgos.

Para te ajudar, listamos aqui dicas incríveis para que você consiga revisar seu próprio texto e, ao mesmo tempo, melhorar a qualidade de sua escrita.

Para isso, dividimos o artigo em 3 partes. Desta forma, você conseguirá absorver, com mais detalhes, o nosso conteúdo. 

Na primeira etapa, faremos um “Tutorial para revisão de textos” com importantes dicas e ferramentas essenciais para auxiliar a revisar seu texto.

Na segunda parte, infalíveis orientações – para nunca mais esquecer – que vão lapidar seu texto e que denominamos “Questões de estilo”. A cada dia, uma novidade!

E, finalmente, nossas “Dicas (de ouro) de português”, que com certeza ajudarão, e muito, a corrigir as pequenas falhas do dia a dia. Vale a pena conferir! 😉

Fique com a gente e uma ótima leitura!

Tutorial para revisão de texto

Saúde é tudo!

O primeiro ponto para uma boa leitura e uma ótima revisão de textos é saber como estamos nos sentindo naquele dia.

Então, antes de começar a reler o seu trabalho ou a revisar seu próprio texto, pergunte a si mesmo: como estou me sentindo? Estou descansado? Meu dia foi bom hoje? Minha alimentação está ok?

Se a sua resposta foi “não”, pelo menos para boa parte desses questionamentos, nem adianta começar a revisão de texto, pois é muito provável que várias lacunas deixem de ser sanadas.

Você vai acabar gastando um tempo precioso e, mesmo assim, é bem possível que diversos “errinhos” acabem passando.

Então, que tal cuidar da sua saúde primeiro? Uma boa refeição e uma noite bem dormida farão sua mente descansar (e seu texto também)!

Corretores ortográficos são grandes aliados!

Para evitar aqueles erros “bobos”, nada como o bom e velho corretor ortográfico!

Listamos aqui alguns muito funcionais no dia a dia e que podem te ajudar a encontrar desde os erros mais simples até aqueles que acabam passando batido por nossos olhos.

  • O “famoso” Microsoft Word é essencial para a produção de textos em qualquer área. Além de várias funções para editar de textos, ele é bastante eficiente para corrigir erros ortográficos. Ele não é gratuito, porém pode vir instalado juntamente com o Windows.
  • O Libre Office Writer é um eficiente corretor ortográfico que vai te ajudar com os documentos de qualquer natureza, desde teses a diagramas.
  • O Reverso além de ótimo corretor, serve também como tradutor ou dicionário.
  • O Flip 9 é uma ferramenta simples, porém eficiente. É gratuito mesmo que de forma mais limitada. A versão paga libera acesso completo aos seus recursos.
  • O Language Tool tem suporte para mais de 20 idiomas, então é perfeito para estudantes. É claro que os eventuais erros ortográficos e gramaticais já estão inclusos no pacote e o melhor: é de graça!

Dicionários: muito mais do que uma compilação de palavras!

A internet hoje disponibiliza dicionários gratuitos incríveis! Servem tanto para uma consulta rápida, evitar um vício de linguagem, como para verificar a ortografia correta da língua. Vamos a eles:

Anotado?

Coesão X Coerência

Você já deve ter escutado diversas vezes os termos coesão e coerência, não é mesmo?

Mas, na prática, qual a diferença entre eles?

Descubra como estes dois termos podem te ajudar na hora da revisão de seu texto.

De forma bem sucinta, vamos colocar uma descrição para você nunca mais esquecer!

Coesão

É o sentido de cada uma das frases dentro de um parágrafo.

É a “costura” do texto. É importante manter o raciocínio e os conectivos para que as sentenças façam sentido e se estabeleça a ligação e a retomada entre o que foi dito, o que está sendo dito e o que se vai dizer.

→ Confira aqui 300 conectivos que vão ajudá-lo a construir um texto acadêmico de sucesso.

Quando a coesão é bem-feita, o texto flui, e o leitor não precisa voltar para entender a mensagem.

Coerência

Trata-se do sentido do texto como um todo, formando-se uma cadeia de ideias.

É o entrelaçamento lógico entre as partes do texto.

Refere-se ao nexo de ideias e acontecimentos que devem ser ordenadas de maneira clara. O texto deve apresentar uma relação lógica e harmônica.

Leia seu texto com atenção e reveja: as frases estão conexas? O texto está fluindo? Há uma sequência lógica? Alguma parte está solta ou sem sentido?

Amigos são sempre bem-vindos!

Um amigo ou familiar pode (e deve!) ler seu texto e apontar as principais questões que podem ser melhoradas ou aperfeiçoadas.

Não subestime a opinião dos outros! Aprenda a escutar e fazer com que os feedbacks enriqueçam o seu trabalho.

Se preferir uma revisão com qualidade profissional, existem excelentes revisores especializados que poderão te auxiliar nesta etapa fundamental.

Agora, se você for bastante minucioso, seu texto também pode passar pelas 2 etapas de revisão: primeiro por um amigo e depois por um revisor.

Com certeza seu trabalho ficará impecável!

Quero um ebook com dicas para escrever artigos científicos!

Questão de estilo

Como comentamos anteriormente, esta parte é dedicada a manter uma identidade do seu texto, assim, refinando-o com sugestões valiosas!

Com certeza as informações daqui também serão de grande proveito para a revisão de seu texto.

Acima e abaixo?

Principalmente em trabalhos acadêmicos, a sugestão é evitar estes termos em alguns momentos.

Imagine que você coloca uma tabela ou quadro em seu trabalho e, logo em seguida, a menciona em seu texto. Porém, por questões de formatação, ela encontra-se na página anterior.

Dessa forma, o texto que fala da tabela ficou em uma página e a tabela em outra. O texto acabou ficando da seguinte forma: “De acordo com a tabela acima…”.

Mas, acima de onde se a tabela está na página anterior? O mesmo ocorre quando estiver “abaixo”.

Para evitar esse tipo de equívoco, prefira usar outros termos como: anteriormente, previamente, a seguir, seguinte etc.

Nosso vocabulário é muito rico e extenso, não é mesmo?

Desta forma, não esqueça e substitua:

🠶 Acima por “anterior”

🠶 Abaixo por “a seguir”

Seu texto agradece!

Itálico

Hoje abordaremos o bom e velho Itálico! Coloco ou não? Serve também para destacar palavras? Continue a leitura e tire todas as suas dúvidas!

O itálico é utilizado apenas para palavras estrangeiras que não estejam incorporadas ao português na sua forma original e também para aquelas que precisem ser traduzidas ou explicadas.

Exemplos: Cluster, spread, subprime.

Em palavras de origem estrangeira utilizadas rotineiramente e perfeitamente compreendidas por quem usa a língua portuguesa não é necessário o uso do itálico.

Exemplos: mouse, on-line, software, hardware, smartphone, site, chat, e-mail, internet, design, marketing, shopping center.

Também não se deve utilizar itálico em nomes de instituições estrangeiras e em nomes próprios.

Exemplos:  Open University, George Clooney.

Viu como é fácil?

Dicas rápidas (de ouro) de português

Acentuação gráfica

Com o Novo Acordo Ortográfico, o que poucos sabem é que algumas palavras, geralmente provenientes do francês, admitem tanto o acento agudo quanto o acento circunflexo.

Sim! Existem casos facultativos! Hoje vamos conhecer um deles.

Palavras oxítonas terminadas em < e > tônico.

bebêbebé
bidêbidé
canapêcanapé
crochêcroché
caratêcaraté
purêpuré
rapêrapé

 

Clichês estão tão fora de moda!


“Antes de mais nada”
, toda a semana, citaremos alguns.

“A cada dia que passa”, eles empobrecem os textos de qualquer natureza. Dessa forma, evitem usá-los, pois vocês têm um “leque de opções”, não acham?

Brincadeiras à parte, segue a primeira lista que deve ser evitada, além desses três mencionados “anteriormente” (e não “acima” – se você leu nosso tópico anterior 😉)

A todo vapor
A toque de caixa
Agradar a gregos e troianos
Ao apagar das luzes
Apostar todas as fichas
Botar a boca no trombone
Cair como uma luva
Chover no molhado

 

Viu só que com simples toques de revisão seu texto ficará bem mais limpo e alinhado?

Gostou desse texto? Então, compartilhe-o com seus amigos e curta nossa página no Facebook para ficar dentro de dicas sobre revisão, português e muito mais!

Este artigo foi produzido por Sheila Dystyler Ladeira, proprietária da Empresa Infoguelt e revisora de textos há 12 anos. 

publicações even3

Referências:

  • AZEREDO, José Carlos. Gramática Houaiss da Língua Portuguesa. São Paulo: Publifolha, 2012. p. 100-101.
  • BECHARA, Evanildo. Moderna Gramática Portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2005. p. 606.
  • FÁVERO, Leonor Lopes. Coesão e coerência textuais. 3. ed. São Paulo: Ática, 1995.
Gostou? Deixe um comentário

Segredos e dicas sobre o mundo de eventos técnicos-científicos

Junte-se a milhares de pessoas que organizam e participam de eventos acadêmicos e científicos