dicas para revisar textos

Como aumentar a produtividade na hora de revisar textos?

Você já “se perdeu” durante uma revisão de textos? Ou não soube por onde começar? Hoje, quero dar dicas de como aumentar a sua produtividade na hora de revisar textos. 

Como falamos no artigo anterior, ninguém precisa ser um expert para aprimorar o seu próprio texto. 

Papeizinhos, silêncio e organização são peças chave de um texto bem-sucedido. E por acaso você já conhece as funcionalidades do VOLP? 

Recursos simples, que a cada dia entram mais na rotina de um estudante, têm mudado o final de um texto. E qual é esse final? 

Acompanhe nosso artigo e descubra como levar a um final feliz… 

Para que você entenda bem como revisar textos, vamos dividir o artigo em três partes principais.

“Tutorial para revisão de textos” com importantes dicas e ferramentas essenciais; “Questões de estilo”, com infalíveis orientações – para nunca mais esquecer – e que vão lapidar seu texto; e nossas “Dicas (de ouro) de português”, que com certeza o ajudarão a corrigir as pequenas falhas do dia a dia.

Agora pegue papel e caneta, anote nossas dicas e arrase no seu próximo texto! 😉

Dicas essenciais para revisar textos

Encontre (e prepare) o local certo para estudar

Se você está planejando revisar um texto mas não sabe por onde começar, considere escolhendo e preparando o local certo de estudos.

Sabe aquele ambiente turbulento, cheio de gente e com muitos ruídos? 

Na maioria das vezes, ele não favorece em nada a leitura, a revisão e a produtividade acadêmica do seu texto e dos seus estudos.

Então, que tal, antes de começar a revisar textos de trabalhos científicos, você organizar e preparar o seu ambiente de estudos?

Escolha um local calmo, silencioso, limpo e, de preferência, sem interferências externas. 

Isso parece óbvio, mas a maioria das pessoas não percebe que o seu redor pode estar comprometendo seu rendimento.

 E ter concentração na hora de executar as tarefas é fundamental. 

Por isso preste atenção onde você está produzindo. Seu rendimento será muito melhor e suas ideias serão colocadas no papel de forma relevante e de maneira muito mais fluida!

Post-its são grandes aliados na revisão de textos!

Sabe aqueles papeizinhos coloridos que a gente brincava na infância para passar recado aos amigos? 

Então, hoje eles podem ser grandes aliados para ajudar você a se organizar na preparação de seu texto. Sim! Estamos falando dos famosos post-its, que tomaram conta do universo empresarial e estudantil para auxiliar nas tarefas e estudos!

Um recurso simples que a cada dia entra mais na rotina de um estudante.

Para os trabalhos acadêmicos, os post-its servem para que você anote os erros que costuma ter mais dificuldade. 

Marque sempre suas dúvidas e coisas para revisar depois, espalhe os post-its em diversos locais para poder visualizá-los sempre.

Tente sempre colocar as informações de maneira sucinta, com frases curtas ou palavras-chave, mas que façam você pensar e resolver as pendências. Para anotações mais extensas, use e abuse dos blocos de notas – no celular ou no papel. 

Assim, com esses pequenos escritos, você consegue acompanhar seu próprio progresso, verificando o quanto já fez e o quanto ainda falta para fazer.

Dica de escrita: você sabe o que é VOLP?  

Na hora de escrever e revisar trabalhos científicos, como o projeto de pesquisa, baixe ou consulte o VOLP!

Baixar modelo de projeto de pesquisa

Para quem não conhece, o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (VOLP) é um sistema de busca que possibilita que pesquisadores e o público em geral tenham acesso a um material completo.

Esse material contém 381.000 verbetes com as respectivas classificações gramaticais e outras informações conforme descrito no Acordo Ortográfico. Atualmente encontra-se em sua quinta edição (2009).

Para facilitar a nossa vida e aumentar a nossa produtividade acadêmica, a Academia Brasileira de Letras (ABL) lançou um aplicativo gratuito de consulta do VOLP, com a ortografia oficial da língua, tanto para tablets como para celulares.

Um dos recursos mais interessantes do aplicativo é o de se autocompletar (o que facilita a digitação em telas pequenas). Outro recurso é a regulagem do tamanho da fonte (para telas pequenas e pessoas com dificuldade na leitura).

Interessou-se pelo VOLP? Então, faça agora o download do app para iOS ou do app para Android.

Questão de estilo: fundamental para revisar

Eco, eco, eco….

Você já ouviu falar de eco? Nos melhores dicionários, este termo aparece como “som repetido”. Verdade! 

Esta é sua definição, mas nesse contexto o eco vai além: trata-se do emprego de muitas palavras com a mesma terminação (escrita ou sonora) muito próximas umas das outras. 

Quando há repetição de determinado som no final das palavras, tem-se o eco. 

Vale destacar que em poesias ou em obras de ficção, não há nenhum problema, mas o eco deve ser evitado em textos acadêmicos e de não ficção.

Por exemplo: O capitão fechou o portão e, com o coração na mão, enfrentou o valentão.

Este exemplo, trata de poesia, portanto não há nenhum problema na sua utilização. Mas já imaginou estes mesmos sons em seu trabalho científico? 

Cacofonia

A leitura de um texto sempre deve ser agradável para o leitor, não é mesmo? Assim, ao pensar em como revisar seus textos, lembre-se de que a cacofonia também deve ser evitada. 

Trata-se do som ou palavra desagradável formado pela junção das sílabas finais de uma palavra com as sílabas iniciais de outra. Seguem algumas expressões que devem ser evitadas:

por cada

ela tinha

fé demais

uma mão

uma minha

Dicas rápidas (de ouro) de português

Siglas

Nos dias atuais, qual texto não fica repleto de siglas, não é verdade? Em vista disso, a sua correta utilização é fundamental para aumentar a sua produtividade acadêmica.

As famosas siglas nada mais são do que um conjunto de letras iniciais que compõe o nome de uma organização, instituição, programa, entre outros. Pronto para saber mais? 

  1. Primeira menção

A palavra deve aparecer sempre por extenso com as iniciais em maiúsculas, seguida da sigla entre parênteses. Posteriormente, quando o termo aparecer no texto, ele pode ser escrito utilizando-se apenas a sigla. Ex: Organização das Nações Unidas (ONU).

  1. Plural

Deve-se adicionar a letra s (sempre minúscula e sem apóstrofo) para indicar o plural das siglas.

Ex: As TICs contribuem para a expansão da EaD.

  1. Siglas com até três letras

Normalmente grafadas com todas as letras em maiúsculas.

Ex: OAB, ILB, DRU, CPI, USP.

  1. Siglas com mais de três letras – pronunciáveis

Sendo as palavras pronunciáveis, devem ser grafadas em caixa alta e baixa.

Ex: Cerfead, Udesc, Ibama, Proforbas.

  1. Siglas com mais de três letras – não pronunciáveis

Aquelas não formem palavras pronunciáveis, devem ser grafadas em caixa alta. Ex: IBGE, IPTU, INSS.

  1. Exceções

Algumas siglas têm características diferentes, e que devem ser respeitadas. Essa situação geralmente se dá para diferenciação de ação ou organização. 

Ex: UnB, CNPq, MinC, MoMA.

Números! Em algarismos ou por extenso?

São inúmeros os casos em que utilizamos números nos textos: horas, idade, quantidade etc. E sempre fica aquela dúvida: escrevo por extenso ou coloco em algarismo?

Dessa forma, listamos alguns casos para serem utilizados em livros de não ficção e demais obras e trabalhos, lembrando que o estilo da escrita às vezes pode ter algumas variantes dependendo da instituição, empresa, organização para a qual estamos escrevendo.

Instruções gerais, quantidades e intervalo de tempo

De acordo com diversos manuais, temos um denominador comum: de um a dez, escreva por extenso; a partir de 11, sempre em algarismos. Exceção: cem e mil

Passaram-se cinco anos.

Passaram-se 21 anos.

Tenho 35 carros importados.

Início de frase

Lembre-se que em início de frase, todos os números devem ficar por extenso. Os séculos, de preferência, devem ser grafados com algarismos romanos.

Dezoito pessoas feriram-se no acidente.

Enumerações

Nas enumerações, ou seja, algum trecho com vários números, eles podem ser todos grafados em algarismos.

Eram 3 instituições, 15 escolas e 42 professores.

Idade

Sempre em algarismos.

Ele tem 2 meses.

Ele tem 42 anos.

Medidas

Em algarismos, sem abreviar a unidade de medida.

A sala tem 2 metros. 

A casa tem 72 metros quadrados.

Porcentagens

Elas podem ser usadas tanto com a utilização do símbolo como por extenso. Mas o importante aqui é adotar um único padrão no texto todo: 

Inflação de 42%

Inflação de 42 por cento.

Horário

Utilize sempre os algarismos e lembre-se que a abreviação de horas é somente “h” – não existe “hs” ou “hrs” ¬– e não é necessário colocar o “min”, a não ser que ainda sejam acrescentados os segundos.

Às 19 horas e 30 minutos (ou 19h30)

Às 20 horas (ou 20h) 

Clichês estão (e continuam) tão fora de moda! 

Continuando nossa lista, ao revisar textos, seguem mais alguns clichês que podem ser retirados (ou pelo menos evitados) da sua lista de expressões.

  • De mão beijada
  • Divisor de águas
  • Do Oiapoque ao Chuí
  • Efeito dominó
  • Em petição de miséria
  • Em sã consciência
  • Erro gritante
  • Estar no páreo
  • Faca de dois gumes
  • Fazer das tripas coração

Viu só? Pequenas dicas farão com seu texto fique cada dia melhor e sua produtividade cresça cada vez mais!

Ajude a disseminar esse conhecimento compartilhando este conteúdo com seus colegas em suas redes sociais e fique por dentro dos próximos posts!

Referências:

  • AZEREDO, José Carlos de. Gramática Houaiss da língua portuguesa. São Paulo, Publifolha, 2012, p. 511.
  • BECHARA, Evanildo. Moderna Gramática Portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2005.

ebook escrever artigos científicos

Sheila Ladeira

Proprietária da Empresa Infoguelt, é revisora e preparadora de textos há 12 anos. Trabalha com editoras e agências de publicidade, realizando revisão acadêmica, editorial e de produção de conteúdo.

Segredos e dicas sobre o mundo de eventos técnicos-científicos

Junte-se a milhares de pessoas que organizam e participam de eventos acadêmicos e científicos