O que é fator de impacto?

O que é o Fator de Impacto dos periódicos?

Você já ouviu falar no Fator de Impacto de um periódico e ainda não entendeu muito bem o que isso significa?

Sabia que é ele que vai te ajudar a escolher as revistas certas para publicar seus artigos e ampliar o alcance da sua pesquisa? Ou seja, é super importante conhecê-lo!

Apesar dessa importância, eu sei que muitas vezes o início da carreira de pesquisador ou pesquisadora não vem com um manual de termos. Por isso, é muito comum que a gente fique perdido entre tantos novos aprendizados.

Mas não precisa se preocupar! Pensando nisso, eu vou te explicar tudo sobre Fator de Impacto. Neste blogpost, você vai aprender:

Para começar, o Fator de Impacto é um indicador bibliométrico responsável por avaliar a importância das publicações científicas com base no número de citações que ela recebe.

Mas como ele faz isso? É mais simples do que parece!

Na prática, ele é um cálculo que resulta na média de citações que os artigos recebem em um determinado periódico.

Mas ele não é atribuído a todas as revistas científicas. Na verdade, ele é destinado apenas para as revistas indexadas no Web of Science.

Em outras palavras, alguns periódicos são “armazenados” em bases, como a Web of Science, e têm seus dados bibliográficos e citações quantificadas. Depois, tudo isso é contabilizado com uma nota, nesse caso, o Fator de Impacto.

Ao fim, este resultado é anexado ao Journal Citation Report (JCR), uma publicação anual da Clarivate Analytics, autoridade em citações e avaliações científicas.

O que são indicadores bibliométricos?

Ainda, outro termo que pode causar alguma confusão é o “indicador bibliométrico”. Afinal, por que o Fator de Impacto é chamado de indicador?

É o seguinte: indicadores bibliométricos são métricas que avaliam o desempenho das produções científicas com base na quantidade de citações que elas recebem, assim como o Fator de Impacto. Mas existem muitos outros!

Para os pesquisadores brasileiros, normalmente os mais citados são: o Cite Score, o Fator de Impacto e o Índice h5, pois estes são usados no cálculo para definir o Qualis Capes das revistas. E vamos falar sobre eles já já!

-> Saiba mais sobre Qualis Capes e bases de indexação

Como você já sabe, existem vários indicadores bibliométricos ligados a diferentes bases de indexação.

E, no caso do Fator de Impacto, ele é contado apenas entre as revistas que estão indexadas no Web of Science.

Agora, para que um periódico seja inserido nesta base bibliográfica, ele deve ser submetido e avaliado com vários critérios e triagens.

Inicialmente, será necessário que a revista tenha:

  • ISSN;
  • Título;
  • Editora;
  • URL (periódicos online);
  • Acesso ao conteúdo;
  • Presença de política de revisão por pares.

Por isso, o ISSN é tão importante para publicações seriadas! E obtê-lo pela Even3 é super rápido e simples. Saiba mais:

Quero o ISSN da minha publicação!

Uma vez que os critérios são obedecidos e a revista já está indexada no Web of Science, o cálculo é feito da seguinte forma:

O número de citações recebidas no ano do cálculo do Fator de Impacto é dividido pela quantidade de artigos publicados nos dois anos antecedentes ao cálculo, que é chamado de biênio.

Por exemplo, em 2021, o cálculo do Fator de Impacto de um periódico cujo os artigos publicados nele receberam 1.000 citações nesse mesmo ano, será 1.000 dividido pelo número de citações que ele recebeu no biênio anterior, ou seja, 2019-2020.

Nesse caso, digamos que entre 2019-2020 o periódico recebeu 900 citações. Logo, seu Fator de Impacto será: 1000/900 = 1,11

Não precisa se preocupar em fazer esse cálculo todo! Isso porque é possível consultar o Fator de Impacto de uma revista na própria base de dados do Journal Citation Reports (JCR).

Acontece que, como o acesso a essa base de dados não é gratuito, algumas universidades liberam uma via de acesso para os seus alunos. Por isso, procure sua coordenação para saber mais sobre!

No geral, instituições públicas possuem acesso autorizado à versão paga do Capes Periódicos, que armazena os dados das bases de indexação. Normalmente, as instruções de login também são fornecidas por sua coordenação.

Depois, já com acesso ao Capes Periódico, será possível buscar pela base de dados do JCR.

Home da Capes Periódicos
Para encontrar a base de dados do JCR, basta pesquisar por “base” no portal Capes Periódicos

Por lá, você vai poder criar seu login e senha para salvar e compartilhar documentos.

Por fim, não é preciso mais criar uma confusão entre os termos. Ufa!

Agora que você já conhece um indicador bibliométrico, que tal saber um pouco mais sobre outros indicadores comuns na área acadêmica no Brasil?

Provavelmente, você ainda vai ouvir muito falar sobre o CiteScore e o Índice h5.

Eles dois também se referem ao número de citações recebidas pelos periódicos, mas em diferentes bases de indexação. O Cite Score é da Scopus e o Índice h5, do Google Scholar.

Assim, esses são índices muito importantes para medir a relevância dos periódicos em suas áreas de conhecimento.

Por isso, eles também são usados na hora de calcular o famoso Qualis Capes das revistas.

Na prática, o que acontece é que artigos publicados por pesquisadores brasileiros estão indexados nas bases de dados e a Capes utiliza essas informações para realizar o cálculo do Qualis.

Mas atenção: nem todos os periódicos estão indexados e a maioria das bases de dados, como o Scopus, exige que os trabalhos possuam DOI ou um ISSN.

Por isso, se você busca publicar trabalhos em boas revistas ou indexar uma revista acadêmica, é preciso estar por dentro do que são identificadores de publicações. Saiba mais com a Even3:

https://publicacoes.even3.com.br/como-funciona/issn?utm_source=Blog&utm_medium=blogpost&utm_campaign=fator_de_impacto

Segredos e dicas sobre o mundo de eventos técnicos-científicos

Junte-se a milhares de pessoas que organizam e participam de eventos acadêmicos e científicos