resumo simples e expandido

Entenda a diferença entre resumo simples e resumo expandido

Resumos fazem parte da rotina do estudante. Mas você já ouviu falar de resumo expandido e resumo simples?

Se deseja ter uma vida acadêmica mais tranquila, então, meu conselho seria: conheça-os e faça desses resumos os seus melhores amigos.

Pare para pensar. Provavelmente, de todos os gêneros científicos (conheça aqui 8 deles), talvez o resumo seja o que você tenha mais familiaridade.

Isso acontece porque é comum que os estudantes tenham o primeiro contato com esse tipo de trabalho científico ainda pequenos, no ensino fundamental.

Ainda crianças tínhamos que escrever e apresentar um resumo de um livro para os nossos colegas de turma.

Fora isso, o verbo “resumir” também faz parte do nosso dia a dia, da realidade fora da sala de aula.

Pedimos para um amigo resumir um filme, para a vizinha resumir um ocorrido do bairro, também resumimos assuntos que cairão nas provas dos vestibulares  e assim por diante.

Academicamente falando, o contato com o resumo fica mais próximo – e podemos dizer que também fica mais “estruturado” -, com a chegada do ensino médio e da faculdade.

É nessa época que somos constantemente desafiados a escrever, seguindo certas normas e padrões, resumos de livros, filmes e documentários, por exemplo.

Na graduação, também temos que resumir frequentemente artigos científicos.

–> Como ler artigos acadêmicos: um guia para leigos.

Meu intuito hoje é fazer com que você entenda o gênero acadêmico resumo, suas variações e que informações não podem faltar na hora de elaborar o seu resumo expandido ou simples.

O que é um resumo acadêmico?

Resumo, segundo a NBR 6028 da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), é a apresentação concisa dos pontos relevantes de um documento.

Ele deve trazer os objetivos, métodos e conclusões acerca do documento analisado, fazendo com que o leitor do resumo decida se a leitura do texto é pertinente ou não.

Ainda de acordo essa definição, os resumos podem ter caráter crítico, indicativo ou informativo.

Resumos críticos são aqueles que são redigidos por especialistas, que fazem a análise crítica de um documento.

Por isso, também são conhecidos como resenhas.

Resumos indicativos indicam os pontos principais de um documento e, por isso, precisam consultar o seu original.

Os resumos indicativos não discorrem sobre tais pontos, tampouco apresentam dados qualitativos ou quantitativos relativos ao tema.

Resumos informativos trabalham, como o próprio nome já diz, com mais informação.

Ele informa ao leitor finalidades, metodologia, resultados e conclusões do documento, de tal forma que este possa, inclusive, dispensar a consulta ao original.

Deve-se salientar, entretanto, que essa NBR 6028 fala apenas dos resumos de textos acadêmicos, como teses, artigos, dissertações e monografias.

Na prática, é comum que os estudantes se deparem com outros dois tipos de resumo: o resumo simples e o resumo expandido. Falarei sobre eles mais adiante.

Porém, independentemente do tipo, os resumos devem, conforme a ABNT, seguir uma estrutura.

Estrutura geral dos resumos acadêmicos

Então, fique atento ao que diz a ABNT sobre a estrutura dos resumos:

  • Todo resumo, com exceção daquele inserido no próprio documento (como, por exemplo, o resumo que antecede o artigo científico), deve ser precedido pela referência do documento que será resumido. Essa referência deve estar enquadrada nas normas da ABNT.
  • Apresente e ressalte, no seu resumo, o objetivo, o método, os resultados e as conclusões do documento analisado.
  • Não aborde as informações do resumo em tópicos.
  • O texto do resumo deve ser corrido, formado por frases concisas, afirmativas, simples e coerentes e, de preferência, em parágrafo único.
  • A primeira frase do seu resumo deve ser significativa e apresentar o documento ao leitor
  • Utilize verbos na voz ativa e na 3ª pessoa do singular (ele).
  • Inclua palavras-chave logo abaixo do resumo, antecedidas da expressão: “Palavra-chave:” separadas entre si por ponto e finalizadas também por ponto.
  • O número de palavras-chave recomendado é de, no mínimo, três e de, no máximo, cinco. Porém o ideal é checar as normas da instituição onde irá aplicar o resumo.

Dicas extras:

  • Evite apresentar citações bibliográficas, tabelas, quadros ou esquemas no seu resumo simples. Resumos expandidos, entretanto, aceitam tabelas, imagens, quadros e ilustrações.
  • Escolha um tempo verbal para elaborar o resumo e permaneça nele. Geralmente, resumos de textos acadêmicos são escritos no pretérito do indicativo. Então, nada de começar escrevendo no pretérito e, do nada, mudar para o presente, ok?

Extensão dos resumos

Ainda consoante a ABNT, a extensão dos resumos varia de acordo com o documento que será resumido.

  • 150 a 500 palavras para trabalhos acadêmicos como teses, dissertações e relatórios técnicos-científicos.
  • 100 a 250 palavras para artigos de periódicos e revistas científicas.
  • 50 a 100 palavras para indicações breves, que são os resumos feitos quando se vai submeter um trabalho em um evento científico. 
  • Resumos críticos não possuem um número determinado de palavras,devido às suas características especiais.

Porém estas são as indicações da ABNT. Embora as normas da ABNT sejam uma referência no Brasil, elas não são obrigatórias.

O ideal, portanto, é que você consulte as normas do evento científico ou da instituição de ensino onde você irá submeter o seu resumo acadêmico.

–> Dica: Saiba como encontrar eventos acadêmicos perto de você.

Tipos de resumo

Na prática, existem dois tipos de resumo: o simples e o expandido.

Caso você esteja pensando que um resumo expandido é simplesmente um resumo um pouco mais longo, você pensou errado!

Embora ele seja sim mais extenso, a principal diferença está na estrutura e no fato de que ele compara uma obra com a de outros autores do meio científico. 

Ou seja, você precisa de referências para criar um resumo expandido.

Mas, primeiro, vamos falar do simples.

O que é e como fazer um Resumo Simples

Os resumos simples são aqueles que os estudantes estão mais habituados a produzir.

Para que você os identifique de maneira mais fácil, eles são, por exemplo, os que antecedem o artigo científico. Por isso, costumam ter, no máximo, 300 palavras ou uma página.

Tem interesse em escrever um artigo científico? Bastar baixar nosso ebook:

Baixar o ebook com dicas para escrever artigos científicos!

Assim como foi mencionado anteriormente, devem apresentar os pontos mais relevantes de um documento.

Ao produzir o resumo simples, não se esqueça de incluir itens básicos da estrutura de qualquer resumo.

Então, o objetivo, o método, os resultados e as conclusões do documento resumido precisam estar no seu texto.

Você deve escrever de forma clara e objetiva, preferencialmente na terceira pessoa e em voz ativa.

–> Conheça 300 termos que vão ajudá-lo a aprimorar o seu texto acadêmico. 

Atribua um título ao conteúdo (a não ser que seja o resumo da própria obra) e não se esqueça de colocar as palavras-chave no final do texto.

Sempre seguindo as orientações da ABNT, do evento ou da sua instituição de ensino.

Dependendo das normas de submissão, pode ser que você tenha que produzir o resumo em uma língua estrangeira.

O idioma mais recorrente é inglês. Por isso, traduza todo o seu texto, incluindo o título e as palavras-chave.

O resumo em língua estrangeira deve vir ogo após o resumo em língua vernácula, seguindo a mesma formatação.

Você pode baixar aqui um Modelo de Resumo Simples para entender melhor a estrutura.

O que é e como elaborar um Resumo Expandido?

Se um resumo simples visa apresentar a ideia geral de uma pesquisa e expor seus métodos, objetivos, conclusão… O que seria um resumo expandido? Seria um texto mais longo?

O resumo expandido costuma sim ser mais extenso que o resumo simples.

Mas a principal diferença entre os dois está na estrutura, na disposição das informações e no fato de ele comparar a obra que está sendo resumida com outros conteúdos científicos.

Assim como o simples, o expandido deve apresentar, de forma concisa, a ideia geral do documento.

Entretanto, a forma como o objetivo, o método, os resultados e as conclusões do documento analisado são apresentadas é diferente.

No resumo expandido, as informações de cada um desses tópicos aparece dividida em seções.

Isso faz com que o autor do resumo tenha mais liberdade e possa desenvolver mais o texto em cada seção.

No resumo expandido, o pesquisador deve, inclusive, ao resumir a obra, estabelecer comparações com conteúdos de outros autores.

Diferentemente do que acontece no simples, o resumo expandido permite que o autor inclua tabelas e gráficos que facilitem a compreensão do autor.

Tudo isso possibilita que as ideias do texto original possam ser entendidas em menos tempo pelo leitor.

Assim, só por meio do resumo, ele consegue decidir se vai ler ou não a obra original.

O resumo expandido tem, no máximo, 4 ou 5 páginas. Isso varia conforme as regras de submissão das universidades e dos eventos científicos.

Devem constar no resumo expandido:

Título, Autores, Resumo, Palavras-chave, Introdução, Metodologia, Resultados e Discussão, Conclusões, Agradecimentos e Referências.

Modelo de Resumo Expandido

As estruturas do resumo expandido variam bastante de universidade para universidade.

Veja um modelo de resumo expandido que você pode adotar:

Título

Lembre-se de elaborar um título claro e conciso que de preferência não ultrapasse 2 linhas.

Autores

Centralizados e na ordem correta.

Resumo

Deve ser apresentado com parágrafo único.

Dentro do resumo expandindo, recomenda-se o que esse resumo tenha no máximo de 250 palavras, com breves e concretas informações sobre objetivos, métodos, resultados e conclusões do trabalho.

Palavras-chave

Deverão ser incluídas, no mínimo três e no máximo cinco, expressões relacionadas ao tema do trabalho, separadas por ponto e vírgula [;].

Introdução

É recomentado escrever até mil palavras.

Apresente o documento/material estudado de forma clara, destacando informações gerais e pertinentes sobre o assunto. Na introdução, você deve apresentar também os objetivos.

Métodos

A metodologia trata de como o trabalho foi realizado.

Recomendamos que você elabore da forma mais concisa e clara possível.

Dessa forma, o leitor irá entender e pode até reproduzir os procedimentos utilizados. A dica é também não exceder mil palavras.

Se você não faz ideia de como montar a metodologia, não deixe de ler esse artigo:

–> Metodologia Científica: guia simplificado para escrever a sua

Resultados e Discussão

Que resultados você obteve a partir do método de pesquisa adotado?

Nesta seção, você pode realizar uma análise qualitativa e quantitativa do material levantado.

Além disso, pode-se exemplificar dados apresentando tabelas, gráficos e figuras.

É nos resultados que você aponta as ligações, comparações e distinções que fez com com o referencial teórico utilizado em outros trabalhos de extensão, indicando sua relevância, vantagens e possíveis limitações.

Conclusões

Relacione os resultados aos objetivos da sua pesquisa. Eles foram cumpridos?

É recomendado não ultrapassar duzentas palavras.

Agradecimentos

Os agradecimentos devem ser prestados de maneira sucinta.

Recomenda-se não exceder cinquenta palavras.

Referências 

São as referências que você utilizou para embasar e comparar a obra analisada com a de outros autores.

–> Saiba como montar as referências da sua pesquisa de acordo com a ABNT

Para te ajudar, separamos alguns modelos de resumo expandido. Você pode baixá-los gratuitamente e acessá-los sempre que precisar.

Baixar modelos de resumo expandido

E resumos cuja intenção não é acadêmica?

Como citei lá no início do texto, o verbo “resumir” é bastante recorrente no nosso dia a dia.

Você pode resumir qualquer coisa. Capítulos de novela, filmes, aulas, contos e livros.

Podemos até resumir as atividades que realizamos naquele dia e os conteúdos de disciplinas para provas.

Quer resumir um material com esse intuito?

Então, para finalizar, separei algumas dicas para que você exercite a arte de “resumir textos”. Sejam eles acadêmicos ou não. 

Dicas para resumir o seu texto

Entenda que, para resumir uma texto, é preciso estar muito atento a três elementos:

  1. As partes essenciais do texto;
  2. A ordem em que as ideias/partes aparecem no texto;
  3. A correlação entre cada uma das partes.

Existem três técnicas que você pode utilizar para sintetizar um assunto:

Apagar

Como no nome já diz, o apagamento consiste em cortar as partes que são desnecessárias.

Geralmente essas partes são os adjetivos e os advérbios, ou frases equivalentes a eles.

Não tenha medo: exercite o hábito de cortar palavras.

Com o tempo, seu texto vai ficando mais enxuto, mas ainda assim com qualidade, alta densidade informativa e coerência.

Generalizar

A generalização é uma estratégia utilizada para reduzir os elementos da frase tomando como base significado de cada um e ampliando o conceito para uma maior abrangência.

Construir

Com a técnica da construção você consegue substituir uma sequência de fatos ou frases por uma única, que podem ser presumidas pelo leitor a partir dela.

publicacoes even3

 

Gostou? Deixe um comentário

Segredos e dicas sobre o mundo de eventos técnicos-científicos

Junte-se a milhares de pessoas que organizam e participam de eventos acadêmicos e científicos