Pôster: dicas imperdíveis para você montar o seu!

pôster

O pôster é um tipo de trabalho científico que tem, como objetivo, apresentar, de maneira sucinta, os resultados de uma pesquisa original completa ou de seus resultados parciais.

Fazer com que seu pôster receba destaque em uma sala com milhares de outros pôsteres praticamente iguais ao seu é uma tarefa que costuma estressar bastantes alunos, professores, pesquisadores e cientistas.

Mas o que é um pôster?

Um pôster nada mais é do que uma representação visual do seu trabalho contendo uma introdução, um resumo ou uma visão geral do projeto científico, com gráficos, tabelas e discussões sobre os resultados obtidos.

Pode ser feita uma grande impressão ou pode ser projetada uma imagem em um monitor.

A apresentação de um pôster costuma ser menos formal que uma palestra, por exemplo.

Ela funciona como um meio de divulgação da sua pesquisa. Então, é essencial que o seu pôster consiga atrair os olhares dos acadêmicos e interessados em trabalhos científicos.

Em um evento como congresso, seminário, mostra científica e afins, as pessoas devem ser capazes de ler um pôster em 5 ou 10 minutos (sério)!

Dica: tente deixar seu pôster com, no máximo, 800 palavras, tá?

Se você é um(a) professor(a), imprima dicas de elaboração de pôsteres e cole-as em uma parede para que seus alunos consigam absorver as informações bem ANTES de começarem a produzir seus próprios pôsteres.

Sabendo da importância de bons pôsteres, trouxemos aqui as melhores práticas para você montar seu pôster da maneira mais adequada possível.

Daremos dicas valiosas de quantas palavras cada seção deve ter, mas, cuidado: essas dicas são para pôsteres horizontais de, aproximadamente, 3 X 4’. Faça os ajustes necessários para o seu congresso!

Quais as seções de um pôster?

Elementos pré-textuais

  • Título e subtítulo (se houver) – ficam na 1ª linha.
  • Nome(s) do(s) autore(s), a titulação máxima e afiliação institucional (instituição de origem, cidade, estado e país) de cada um dos autores do pôster – ficam na 2ª linha.
  • Palavras-chave: liste as palavras-chave mais relevantes para o seu trabalho em Língua Portuguesa e separe-as com ponto e vírgula (;).

Elementos textuais:

Podem ser apresentados na forma de texto, gráficos, tabelas e ilustrações. Referem-se ao conteúdo do trabalho e devem conter as seguintes especificações grafadas em letras maiúsculas:

  • Introdução;
  • Métodos;
  • Resultados;
  • Discussão;
  • Conclusão.

Elementos pós-textuais:

  • Referências bibliográficas: são obrigatórias. Precisa-se dar os créditos às fontes que serviram de base para a sua pesquisa.

Dimensões:

  • Impresso em lona ou plástico
  • Largura: 0,90 m e Altura: 1,20 m (ABNT)
  • Posição Vertical (ABNT)
  • Para Congressos internacionais, medidas em pés 1 pé = 30,480cm.

Obs.: os elementos do pôster podem mudar de acordo com a instituição de ensino.

10 elementos que não podem faltar no seu pôster!

1. Título

O título deve, brevemente, transmitir o assunto da sua pesquisa.

O título deve ser chamativo e precisa ser escrito em, aproximadamente, 1-2 linhas.

Evite títulos com dois pontos, porque eles já são muito comuns e usados em excesso.

O título deve ser atraente.

Por isso, ao invés de bullet-points para definir as seções principais, utilize títulos em negrito e em fonte um pouco maior, eles irão ajudar a distinguir as áreas do pôster.

Não coloque os títulos em letra maiúscula.

2. Introdução

Faça com que o leitor tenha interesse no assunto da sua pesquisa a partir de informações e de definições mínimas.

Coloque, rapidamente, o seu problema dentro contexto da sua pesquisa, informe a literatura que serviu de referência; depois, faça uma apresentação intrigante e, por fim, aponte a sua hipótese.

O pôster é um lugar incrível para colocar uma foto, imagem ou ilustração que se correlacione com seu problema de pesquisa, que, por sinal, deve ter, no máximo, 200 palavras!

3. Corpo do texto

Use uma fonte sem serifa (Ex.: Helvetica) para o título e subtítulo e uma fonte com serifa (ex.: Palatino) para o corpo do texto.

As fontes com serifa são mais fáceis de ler em tamanhos pequenos.

O erro número 1 é fazer com que seu pôster fique muito longo.

Conteúdos muito densos e com muitas palavras só atraem aquelas pessoas que amam ler bula de remédios, ou seja, essas pessoas quase não existem!

Você já viu alguma por aí? Provavelmente, não, né? Elas são estranhas. Tenha como foco até 800 palavras, afinal, menos é mais!

Dicas:

Não encha o topo do seu pôster com mil logos.

Coloque-os, apenas, no final do pôster e em tamanho pequeno. O tamanho das seções deve ser de 45 a 65 caracteres.

Tente não deixar as linhas curtas ou grandes demais, porque acabam tornando mais difíceis de serem lidas.

Sempre que possível, utilize listas no lugar de textos. Facilita a leitura. Use letras em itálico ao invés de sublinhá-las.

Sublinhar uma palavra faz com que ela receba MUITA atenção. Ao usar siglas e números no meio de um texto do seu pôster, reduza o tamanho da fonte deles.

O resumo do seu trabalho não precisa estar incluído no seu pôster.

Afinal de contas, o pôster em si já é o próprio resumo da sua pesquisa científica.

Tirar o caps lock pode deixar um efeito “feio” no seu texto. Para proteger a estética do seu texto, estabeleça que o espaçamento entre linhas seja sempre o mesmo. De preferência 1.

Defina a quantidade de espaço manualmente, não confie no botão do computador. Se for preciso, utilize uma régua.

Utilize espaçamentos simples e não duplos, ok? Evite fundos escuros, pois eles tornam a leitura do seu pôster mais difícil.

Use fundo branco de preferência, é bom que você já economiza tinta! Evite grandes combinações de cores.

Lembre-se que algumas pessoas podem possuir algum tipo de deficiência visual, como o daltonismo. Se puder acrescentar pequenas ilustrações, ótimo!

Artefatos visuais chamam mais facilmente a atenção do leitor. Use uma linguagem que se adapte ao seu público. Caso contrário, não conseguirá se comunicar com ele.

4. Gráficos

Tenha certeza de que seus gráficos e fotos possam ser vistos a uma distância de 1 metro. A verdade é que a maior parte dos leitores só está interessada em ler as figuras do seu pôster.

Fazer um infográfico consistente é importante para destacar o objetivo da sua pesquisa. Com o gráfico, você deseja comparar, organizar ou explorar algo?

Use gráficos da web com cautela. Verifique, antes de tudo, se estão em boa resolução. Nunca coloque gráficos com fundo colorido.

Escolha o tipo de gráfico correto: linha, pizza, etc. Coloque títulos ou legenda em seus gráficos. Eles irão guiar o seu leitor.

5. Métodos e materiais

Descreva muito brevemente os equipamentos e procedimentos utilizados durante a sua pesquisa. Nada de detalhes minuciosos como no trabalho em si (tese, artigo ou dissertação), ok?

Se possível, utilize fotografias para ilustrar esta seção e mostrar como você chegou aos resultados.

6. Resultados

Você, primeiramente, deve mostrar em que campo a sua pesquisa e experimentação realmente atuou.

Destaque tanto os aspectos qualitativos como quantitativos para que seu pôster fique com um tom mais pessoal.

No segundo parágrafo, comece a sua apresentação com a análise de dados referente à hipótese proposta.

Esta costuma ser a seção mais longa de um pôster. Você pode, inclusive, utilizar imagens com legendas que levem o leitor/espectador ao questionamento.

7. Conclusões

Lembre ao leitor (sem parecer que você está lembrando) do resultado principal da sua pesquisa.

Convença-o da importância e da relevância do seu trabalho e das suas descobertas para outros trabalhos e pesquisas futuras.

8. Referências

Siga o formato exigido pela instituição onde será apresentado o seu pôster.

Atente-se à gramática e a detalhes como ordem dos autores de uma determinada obra. Use, no máximo, 5 referências.

Se precisar utilizar citações em um pôster, verifique se está colocando o texto entre aspas da maneira correta.

Nunca se esqueça de colocar o direito autoral da foto que você utilizou. Formate as suas referências bibliográficas com cuidado.

Coloque-as em um mesmo tamanho de fonte que o restante do texto. Quando você diminui a fonte das referências, seu pôster fica com uma aparência bizarra!

9. Agradecimentos

Agradeça aos envolvidos na sua pesquisa. Pessoas que contribuíram das mais diversas formas: com equipamentos, conselhos, depoimentos, entrevistas e, até mesmo, dinheiro.

Seja sincero, mas não extremamente informal, ok? Utilize aproximadamente 40 palavras

10. Informações extras

As pessoas podem estar interessadas em elementos extras da sua pesquisa, por isso, nesta seção, você pode adicionar seu e-mail, site, URL com download de PDF sobre um conteúdo específico. Utilize aproximadamente 20 palavras.

Agora que você já sabe como montar um pôster de sucesso ser apresentado em congressos, feiras e eventos de natureza científica, quer mais uma dica?

Pensando em facilitar a organização e a gestão do seu evento, criamos a Even3, uma plataforma que atua da pré-produção ao pós-evento.

Plataforma de credenciamento para eventos acadêmicos e científicos Even3
RECEBA Nossas Novidades

Comments