Escrita Científica: saiba diferenciar os gêneros científicos

gêneros científicos

Gêneros científicos

Gêneros científicos – como dissertações, teses e monografias – possuem uma série de particularidades e diferenças que, muitas vezes, passam despercebidas entre estudantes e pesquisadores.  Diante das dúvidas sobre os gêneros de natureza científica, elaboramos um resumo sobre os principais tipos de trabalho utilizados em cursos de graduação e pós-graduação.

1 – Monografia

Monografia é um tipo de trabalho científico que aborda um único tema – conforme o prefixo grego monos, que significa “um só” – de maneira completa. A monografia tem caráter lato sensu (cursos de especialização, MBA), isto é, trata de um tema de contribuição relevante e de início na reflexão científica.

2 – Dissertação

As dissertações são os trabalhos científicos realizados por alunos que visam à obtenção do título de mestre (mestrado).Têm caráter experimental de strictu sensu, ou seja, são voltados à pesquisa. As dissertações são orientadas por doutores. O texto da dissertação é caracterizado pela defesa de uma ideia ou um questionamento e assume, portante, um caráter argumentativo. Deve conter, também, introdução, desenvolvimento e conclusão.

3 – Tese

Tese refere-se a um trabalho científico de tema único e bem delimitado , feito para a obtenção do título de doutor (doutorado). Assim como o mestrado, a coordenação e a supervisão do trabalho são feitas por um doutor. O doutorando deve defender uma ideia e uma descoberta obtidas por meio da pesquisa. A tese também tem caráter stricto sensu.

4 – Artigo Científico

O artigo científico é mais abrangente e pode ser compreendido como uma publicação de autoria declarada, que apresenta métodos e ideias originais de diferentes áreas de conhecimento. O artigo científico deve conter os seguintes elementos: resumo, introdução, materiais e métodos, resultados e discussões, conclusão, agradecimentos e referências bibliográficas.         

5 – Projeto de Pesquisa

O projeto de pesquisa nada mais é que um plano prévio das possíveis atividades realizadas ao longo da pesquisa científica. O projeto de pesquisa fornece informações como os métodos e instrumentos a serem utilizados durante a pesquisa com um cronograma de datas e responsáveis pelas atividades. Já abordamos um guia para facilitar a elaboração de um projeto de pesquisa de acordo com as normas da ABNT em:  Guia de Regras ABNT para Projetos de Pesquisa.

Strictu sensu X Lato sensu: você sabe a diferença?

De acordo com o site do Ministério da Educação (MEC), a pós-graduação em Lato sensu, que significa “sentido amplo”, é destinada a cursos de especialização, como, por exemplo, um MBA – Master Business Administration -. Os cursos devem ter, no mínimo, 360 horas de duração e o aluno não recebe um diploma, mas, sim, um certificado de conclusão de curso.

Strictu sensu, em latim, significa “sentido limitado”. Este tipo de pós-graduação refere-se aos mestrados e doutorados. Ao contrário do lato sensu, os alunos recebem um diploma após defenderem a dissertação, no caso do mestrado, e a tese, no doutorado.

Comentários

comments

RECEBA Nossas Novidades

Comments