onde hospedar revistas

Onde hospedar revistas científicas?

Publicar e hospedar revistas científicas envolve uma série de etapas. Você precisa, por exemplo, abrir submissões dos trabalhos, receber os artigos, avaliá-los, enviá-los para revisão, para, enfim, reuni-los e publicá-los.

Mas, por acaso, você já sabe onde irá publicar o seu periódico? Sabe o melhor local para hospedar revistas científicas?

Se você é editor, professor ou está responsável por publicações científicas e pretende reuni-las e publicá-las na forma de revista, esse conteúdo foi feito para você.

Neste artigo, irei responder a perguntas como: Existe um portal específico para hospedar revistas? É preciso desenvolver um site do zero? Quais são as boas práticas recomendadas pela comunidade científica?

De fato, na internet, esse assunto ainda é pouco comentado e gera muitas dúvidas.

Existem algumas formas de hospedar revistas científicas. Vamos a elas?

Onde hospedar revistas científicas?

Primeiro, é preciso entender uma coisa: não existe nem certo nem errado. Assim como acontece na ciência, a forma de se publicar revistas científicas está em constante evolução.

Antigamente, por exemplo, as revistas eram publicadas somente na versão impressa. Hoje, algumas existem na versão impressa e também na online. Assim como há aquelas que só existem na versão digital.

Você precisa definir como irá ocorrer a publicação da sua revista.

Se vai publicar em formatos diferentes (impresso e digital), lembre-se de que existem particularidades para cada um deles, como por exemplo, ter que gerar um ISSN para cada formato. Então, fique atento(a) a isso.

Precisa gerar o ISSN da sua revista? Conte com a nossa consultoria!

Quero obter o ISSN da minha revista!

Existe um portal específico para hospedar revistas?

No que diz respeito à hospedagem, não há um portal específico que seja regra para se hospedar uma revista ou periódico científico.

Entretanto, o mais utilizado pelos pesquisadores brasileiros é o portal OJS/SEER, que é gratuito e de acesso aberto.

Posso montar um site do zero e por conta própria para a minha revista?

Sim! Muitas revistas científicas, na realidade, optam por publicar o resultado das pesquisas em sites próprios, que são desenvolvidos em plataformas como o Wix, o Blogger e o WordPress.

Porém, nem sempre essa é a melhor solução. Vou te explicar por quê.

Na verdade, a grande dor de cabeça em montar um site do zero para a revista científica por conta própria está no fato de que nem sempre a pessoa conhece as normas para reconhecimento do ISSN.

Então, quando se decide obter o número para o periódico, o profissional acaba tendo que reformular o site da revista por completo.

Eu aposto que esse retrabalho você não gostaria de ter, né?

Então se você quer montar o site da revista sozinho(a) no Blogspot, Wix ou WordPress, por exemplo, uma boa prática é já formatá-lo de acordo com essas regras.

Porém, para facilitar, muitos editores optam por contratar empresas que montam o site da revista a partir de um modelo já pré-aprovado por instituições como a Centro Brasileiro do ISSN.

Assim, todo o conteúdo disponibilizado no site estará atendendo aos critérios exigidos pela instituição.

Open Journal System ou Sistema OJS/SEER

Como mencionei no início do texto, no Brasil, muitas universidades, faculdades e instituições de ensino optam por publicar suas revistas no tradicional e conhecido Sistema OJS/SEER.

OJS/SEER: o que é?

O OJS/SEER é a sigla para Open Journal Systems (OJS) ou Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas(SEER). Ele é um software livre de gerenciamento e publicação de conteúdos científicos.

“Recomendado pela CAPES, o processo editorial no OJS permite uma melhoria na avaliação da qualidade dos periódicos e uma maior rapidez no fluxo das informações”. – Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT).

De acesso gratuito e aberto, o sistema permite que as instituições de ensino gerenciem uma ou mais revistas científicas no ambiente virtual. Nele, as etapas de submissão, avaliação, revisão e publicação são feitos de forma customizada.

Para colocar sua(s) revista(s) no sistema OJS é preciso ter um conhecimento mínimo de programação. Mas o IBCT disponibiliza gratuitamente vários tutoriais e cartilhas que ajudam pesquisadores, professores e estudantes a entenderem como funciona o OJS.

→ Acesse aqui os materiais do OJS.

Nos materiais, você saberá como receber submissões, iniciar o processo de avaliação por pares e incluir novas edições da revista.

Há tutoriais específicos para avaliadores, autores de trabalhos e para editores.

Além disso, uma vantagem OJS é que os artigos e revistas hospedados no sistema são também indexados a buscadores como o Google e podem receber, além do ISSN, um identificador digital reconhecido mundialmente, o DOI.

O DOI pode ser atribuído individualmente aos artigos e também à edição completa da revista. Mas, no caso dos artigos publicados nas revistas, só podem ser solicitados pelos editores responsáveis pelo periódico e para todos os artigos que o compõem.

Boas práticas na hora de hospedar revistas científicas

Agora que você já sabe como pode hospedar a sua revista científica, vamos às boas práticas? Recomendamos:

  • Deixar um e-mail para contato e dúvidas
  • Explicar regras de submissão e avaliação
  • Disponibilizar os artigos e a revista completa em PDF
  • Gerar o DOI para os artigos da revista, aumentando sua credibilidade
  • Explicar o propósito da revista, a área em que ela atua
  • Gerar e disponibilizar a ficha catalográfica da revista

Como deixar a sua revista mais completa?

O sonho de todo editor é que sua revista científica seja completa, com conteúdos de altíssima qualidade e que esteja dentro dos parâmetros exigidos pela Academia.

Os editores e responsáveis pela publicação querem, ainda, que a revista conquiste credibilidade e se torne referência no meio científico e na área de atuação, fazendo com que mais pesquisadores tenham interesse em publicar seus artigos no periódico.

Além disso, para deixar a revista mais completa e com aspecto profissional, é preciso pensar não somente na construção de um bom site, mas em outros elementos diferenciais.

Tenha uma Ficha catalográfica

Possuir uma ficha catalográfica é uma forma de incluir a revista em um padrão internacional de catalogação de livros, revistas e outros materiais bibliográficos. A ficha ainda facilita localização de informações importantes referentes à obra.

Por exemplo, muitos alunos e pesquisadores olham diretamente a ficha catalográfica na hora de incluir uma revista ou um livro na lista de referências de um trabalho acadêmico. Então, ela é muito importante se você também quer que seu periódico seja citado por outros pesquisadores.

Incremente sua publicação com o DOI

Falando em citações, outro elemento importantíssimo e que agrega muito valor à revista é a obtenção do DOI para os artigos.

O DOI é um Identificador de Objetos Digitais, então, só é válido para publicações que estejam disponíveis na internet.

→ Saiba tudo sobre o DOI!

Entre os benefícios de ter um DOI no artigo e na revista, estão:

  • Facilidade de localização e acesso à publicação
  • Contabilizar o número de citações que o trabalho recebeu
  • Aumenta a visibilidade
  • Individualiza a publicação
  • Torna o arquivo permanente na web

Nós podemos te ajudar a gerar os serviços necessários para deixar a sua revista mais completa. Na Even3 Publicações,você consegue fazer a ficha catalográfica da revista e o gerar DOI para os artigos de forma rápida e a um preço muito acessível.

encontre os serviços certos para revistas na even3 publicações

Segredos e dicas sobre o mundo de eventos técnicos-científicos

Junte-se a milhares de pessoas que organizam e participam de eventos acadêmicos e científicos