10 dicas de como construir uma carreira acadêmica de sucesso!

carreira acadêmica

Para aqueles que desejam seguir uma carreira acadêmica, ter doutorado é a principal entrada para um mundo onde a reputação é tudo. Encontrar um grupo a qual você pertence no meio acadêmico pode ajudar estudantes a construir uma carreira acadêmica promissora.

Neste artigo, reunimos 10 dicas para pesquisadores iniciantes que querem seguir uma carreira no meio científico!

1. Escolha uma área e permaneça nela

A academia é um lugar onde a especialização é essencial. Escolher a especialidade guiará o resto da sua carreira. Hoje em dia, entender superficialmente de muitos assuntos reduz a probabilidade de estabelecer uma forte reputação em algo que você pode se aprofundar.

Claro que, inicialmente, é bom ter noção de um pouco de tudo, mas é importante não procrastinar por muito tempo. Escolha uma área de pesquisa científica e permaneça com sua escolha!

2. Escolha um grupo de pesquisadores e busque suporte na hora certa

Sua grande decisão é escolher o grupo de pesquisadores que você vai se juntar. Essa decisão fará você identificar alguns estudiosos como parte de sua tribo, e assim receber críticas e aprimorar seus conhecimentos.

Lembre-se, um grupo é como se fosse uma aliança para a vida, afinal, estamos falando de uma carreira acadêmica, não é?

A área específica que você escolher terá estruturas de suporte que podem crescer ao longo do tempo. Ou seja, haverá uma organização de membros, conferências anuais e algumas revistas que podem ser úteis.

Porém, o ideal é esperar e analisar com o tempo, várias vezes, para conhecer quem são os principais pesquisadores dessa área para, assim, participar de uma nova conferência e de um grupo de pesquisadores.

3. Construa sua marca durante a carreira acadêmica

Diante da concorrência acirrada pelo espaço na construção de uma carreira acadêmica, para ser ouvido e lembrado, você precisará ter algo que o diferencie dos demais.

Tente encontrar um aspecto diferencial! Talvez uma nova teoria se aplique a um problema antigo, talvez alguma outra característica diferente, ideia ou abordagem metodológica. Quando encontrar o que vai ser seu diferencial, promova essa ideia que faz parte de sua própria marca.

O sinal de uma reputação acadêmica brilhante é que os autores reconhecem você como a pessoa de referência em relação a determinado assunto.

Mas lembre-se de que, se você quiser ter um rosto sério, acadêmico, e uma identidade mais despreocupada ou irreverente online, pode ser útil mantê-los separados.

4. Seja voluntário cedo (e muitas vezes)

Como estudante de doutorado, é importante conhecer o seu lugar no mundo.

Em relação aos alunos de graduação, você está no topo. Mas, infelizmente, no mundo acadêmico, você está um pouco mais próximo do fundo da cadeia alimentar.

Você provavelmente precisará se voluntariar para fazer as tarefas que aqueles que estão acima de você costumavam fazer.

Que tal atuar como revisor? Você aproveita para treinar como oferecer feedbacks cuidadosos, informativos e de desenvolvimento. Para isso é importante saber como ler e compreender artigos científicos. Oferecer para presidir sessões de conferência, executar oficinas, organizar um evento e assim por diante. A dica é se fazer indispensável.

5. Construa seu portfólio

Todo aspirante a uma carreira acadêmica imagina um estado no futuro em que eles podem afirmar que existe uma extensa literatura secundária baseada em suas obras.

Lembre-se que os grandes um dia foram pequenos. Por isso, desde o início, pense em seu portfólio de trabalhos de domínio público. Seus artigos, capítulos de livros, apresentações de conferências e assim por diante precisam ser reunidos.

Participar de projetos como Bolsa PIBIC pode ser uma ótima opção para quem está iniciando uma carreira acadêmica! Além disso, você pode praticar a escrita de artigos para ir aprimorando sua metodologia.

Tenha como objetivo publicar nos lugares certos. Gerencie seu perfil no ResearchGate, LinkedIn, Google Scholar, Twitter e vários outros lugares onde outros pesquisadores vão procurar pelo seu trabalho.

Uma dica é participar de eventos acadêmicos que publiquem Anais, assim sua pesquisa pode fazer parte desta publicação e você pode registrar no seu Lattes.

6. Faça Networking

Nos estágios iniciais da sua carreira acadêmica, muitas coisas dependem da sua capacidade de construir relacionamentos.

Seja respeitoso, compreenda o valor das conversas que você está tendo, mas também frequente lugares do meio científico! Eventos podem ser uma ótima opção!

Acima de tudo, seja uma boa companhia. Ninguém gosta de um não-falante ou de alguém que fala demais.

7. Se inspire em outros pesquisadores de carreira acadêmica renomada

Uma dica é acompanhar pesquisadores de referência na sua área de pesquisa nas redes sociais. O Linkedin e o Twitter são ótimas redes sociais para relações entre pesquisadores. Vocês podem trocar informações, dicas e quem sabe se tornarem amigos?

8. Aprimore suas qualificações

Esse passo é muito importante. Você não pode apenas focar na carreira acadêmica e fazer o curso para dar aula em determinada matéria. Afinal, para se tornar um pesquisador de referência é preciso se diferenciar dos outros.

Uma dica é realizar, também, cursos de línguas estrangeiras, cursos de oratória ou qualquer outro curso que vai ajuda a aprimorar suas competências e qualificações.

9. Esteja sempre atualizado

Utilize ferramentas de pesquisa! Em diferentes fases do fluxo de pesquisa, existem ferramentas que podem fazer seu trabalho se tornar mais produtivo.

Dessa forma, você otimiza seu tempo e ainda consegue ter acesso a informações mais facilmente.

10. Seja paciente

As dicas anteriores irão te ajudar a trilhar seu caminho e construir uma carreira de sucesso. Mas, é importante lembrar que reputações levam tempo para construir, assim como os relacionamentos, conectividade e a credibilidade.

Aponte alto, ou você nunca chegará lá!

Gostou? Pronto para começar a trilhar uma carreira de sucesso? Se você já for um pesquisador de longa carreira, que tal deixar dicas nos comentários?

ebook escrever artigos científicos

RECEBA Nossas Novidades

Comments