O que é um congresso? Saiba como funciona este tipo de evento

Quer saber o que é um congresso, aprender como funciona e criar o seu? Então você veio ao lugar certo.

O congresso é um tipo de evento robusto, que pode englobar diversas apresentações educacionais e científicas.

Assim, normalmente o congresso é um evento grande e, por isso, exige certa atenção da comissão organizadora.

Mas não se preocupe! Neste artigo, eu vou te ajudar a conhecer todos os principais pontos deste tipo de evento. Confira:

Um congresso é uma reunião de pessoas com um determinado interesse em comum, onde um tema central é discutido.

Dessa maneira, o congresso tem a função de apresentar um projeto ou proposta que possa questionar, debater e problematizar um determinado tema.

Um dos maiores diferenciais de um congresso é a sua organização robusta, onde o tema guia diversas formas de apresentação da discussão.

Durante o evento, o orador é responsável por conduzir as apresentações, falas dos convidados e também pelo ritmo das atividades.

Dentro de um congresso, você poderá encontrar:

  • Debates didáticos;
  • Apresentação de resultados de pesquisa;
  • Minicursos;
  • Exposição de trabalhos acadêmicos concluídos;
  • Experiências e discursos de palestrantes.
  • E muito mais!

Agora que você já sabe o que é um congresso, que tal conhecer todas as possibilidades desse tipo de evento?

Como eu já te disse, o congresso normalmente tem uma programação muito robusta. Agregando vários formatos de atividades!

Pensando nisso, separei alguns tipos de formatos para que você escolha aquele que melhor se encaixa com a proposta do seu evento:

1. Mesa-redonda

Tornando-se um formato bastante popular, a mesa-redonda é um tipo de evento que busca levantar questionamentos importantes acerca de um determinado tema, gerando debates de qualidade sobre ele.

Sendo assim, a mesa-redonda reúne especialistas, pesquisadores e acadêmicos, resultando em uma discussão valiosa para os participantes.

Após suas apresentações, os convidados serão mediados pelo moderador, que conduz então, a mesa-redonda, direcionando perguntas e controlando o tempo de fala dos convidados.

Ao final da mesa-redonda, a troca de experiências permite aos participantes estimular pensamentos críticos sobre o tema discutido.

-> Como organizar uma mesa-redonda de sucesso

2. Simpósio

O simpósio reúne pesquisadores com o objetivo de estudar e discutir um determinado tema, fazendo com que exista a possibilidade de uma conclusão maior acerca do assunto.

Logo, este formato busca reunir especialistas para uma troca de ideias objetiva e que traga clareza ao debate científico, resultando em uma tomada de decisão mais assertiva.

Assim como o congresso, o simpósio também pode ser um evento bastante complexo, onde as apresentações podem acontecer de forma paralela.

-> Simpósio Acadêmico: Saiba a importância desse evento

3. Seminário

Sendo um formato de evento onde o mediador é a figura central, o seminário é popularmente frequentado por estudantes que estão em processo de pesquisa.

Por isso, o seminário funciona como um debate com foco em um determinado assunto, mas sem a tomada de decisão de um simpósio, por exemplo.

O seminário se divide entre:

  • Fase de exposição: Apresentação do assunto
  • Fase de discussão: Participação ativa do público, com foco no que foi abordado.
  • Fase de conclusão:  Reunião de informações já discutidas nas fases anteriores

-> Como planejar um seminário acadêmico de sucesso

4. Encontro

O encontro tem como objetivo a discussão de temas que sejam relevantes para uma determinada área de atuação, com o propósito de entender o que pode ser melhorado.

Por isso, ele busca reunir pessoas (participantes) e especialistas para o debate destes temas, gerando uma troca de ideias que possa resultar em uma tomada de decisão. 

Sendo assim, o diferencial de um encontro é a sua objetividade em relação aos seus temas e propostas, promovendo uma geração de mudanças para a atuação daquele campo profissional.

5. Jornada

Uma jornada refere-se ao encontro de profissionais da mesma área para que possam discutir assuntos de interesse da sua categoria.

Nesste tipo de evento o objetivo é trazer novos direcionamentos para os estudos da área.

Assim, a jornada tem o diferencial de ser um evento mais participativo, afinal, participantes e palestrantes se mantém em constante comunicação durante as atividades.

Dessa maneira, mantendo debates constantes e que estimulam a participação do seu público.

Esse tipo de evento, a costuma durar vários dias, acontecendo de forma periódica ao longo do ano.

-> Organize uma jornada científica em 4 passos simples!

1. Defina os palestrantes com antecedência

Pode ser que os seus palestrantes não tenham um espaço nas suas agendas para a data exata do seu evento, então, por que não antecipar este convite?

Tenha um contato rápido e objetivo com os seus convidados, para que você tenha uma agenda preenchida e totalmente confirmada.

E, claro, uma ótima dica é escolher autoridades no tema proposto para o congresso, pessoas que possam agregar conhecimento e experiências importantes para os participantes.

Dessa maneira, escolha de forma assertiva os seus palestrantes, eles serão um dos pontos-chave para o funcionamento do seu congresso.

2. Trabalhe a divulgação do seu congresso

O seu congresso precisa ser visto para se tornar lembrado e relevante para os seus futuros participantes.

Sendo assim, invista na divulgação do seu congresso, pois dessa forma você terá muito mais inscrições.

Experimente utilizar as redes sociais para divulgá-lo, compartilhando o seu tema, os palestrantes, horários e todo valor  que o participante poderá encontrar. 

-> Redes sociais para eventos: por que são tão importantes?

3. Tenha uma grade de horários

Para que o seu evento seja totalmente organizado, é necessário que os participantes não tenham dúvidas sobre horários e apresentações.

Portanto, crie uma grade de horários que funcione como uma bússola para os participantes do seu congresso, 

#DicaEven3

Divulgue a grade de horários antecipadamente em suas redes sociais.

Com isso, o seu público saberá com antecedência como funcionará o evento e quais são as suas atrações, gerando expectativas para o futuro.

4. Crie certificados para seus participantes

Os certificados podem ser considerados como a “cereja do bolo” do seu evento.

Eles agregam muito valor à carreira profissional do participante, que o usará como um comprovante de participação.

Porém, é muito comum que o organizador tenha dificuldades na hora de gerar certificados para um grande número de pessoas, com cargas horárias diferentes.

Por isso, existem plataformas como a Even3, onde é possível criar os certificados do seu evento de forma rápida e prática. 

Modelos de certificados grátis

O primeiro passo para que o seu congresso saia do planejamento, é que você tenha uma organização que sirva como base para o seu evento. 

Sem uma organização eficiente você poderá sofrer com atrasos, desfalques e até mesmo adiamentos, resultando em um evento problemático e totalmente não-funcional.

Quer aprender mais sobre a organização de congressos? Nós criamos um e-book completo que te ajudará em todas as etapas. 

Baixe o e-book: organização de congressos

 

Segredos e dicas sobre o mundo de eventos técnicos-científicos

Junte-se a milhares de pessoas que organizam e participam de eventos acadêmicos e científicos