Simposio academico

Simpósio Acadêmico: saiba a importância desse evento

Você já foi a um simpósio acadêmico e não soube a diferença entre o simpósio e os outros tipos de eventos?

Pois é, uma forma de saber bem a diferença, inclusive na hora de produzir qualquer tipo de evento, é conhecer bem o tipo de evento e como ele se apresenta para a comunidade científica.

Separamos, neste post, informações valiosas sobre o simpósio acadêmico, um gênero que poucos estudantes e professores que organizam eventos conhecem como funciona e quais são as suas características.

O que é um simpósio?

Um simpósio acadêmico é um tipo de evento que é caracterizado como uma conferência de menor escala. Nele, os moderadores não interferem no debate dos palestrantes.

Assim como possui as mesmas características de um seminário, sendo essa liberdade aos palestrantes um diferencial entre os gêneros.

O simpósio acadêmico conta com vários expositores de acordo com as temáticas abordadas. As quais são geralmente temáticas científicas, gerando uma troca de informações entre os convidados.

Se você pensa em organizar um simpósio para enriquecer ainda mais o mundo acadêmico, temos um checklist para ajudar:

Quero um checklist completo para organizar meu simpósio

Quais as diferenças do simpósio para outros tipo de eventos?

O simpósio acadêmico é muito parecido com outros tipos de evento. Muitas semelhanças são vistas entre o simpósio e a mesa redonda.

Uma das poucas diferenças entre a mesa redonda e o simpósio é que o moderador das apresentações não interfere no tema abordado.

No que diz respeito a outros tipos de eventos, o simpósio não realiza apresentações de trabalhos acadêmicos. O que ocorre no simpósio é um debate sobre uma pesquisa definida anteriormente sobre os resultados obtidos em tal pesquisa.

Esses debates sobre o tema apresentado no simpósio acadêmico busca uma reflexão das pessoas presentes no evento. Permitindo também perguntas e sugestões dos participantes.

Estrutura de um simpósio acadêmico

Para o simpósio acadêmico é fundamental que os organizadores convidem expositores especializados sobre o tema do encontro.

Esses expositores irão apresentar as suas pesquisas na sua área de estudo. O desenvolvimento das áreas de estudo, sem necessariamente apresentarem resultados.

Em se tratando do programa em si, se deve avaliar como vai ser feita a avaliação dos trabalhos apresentados, a modalidade que será aceita, se for comunicação oral ou em forma de pôster. Assim como uma pausa para o coffee break e a realização do networking pelos participantes.

É importante observar também que as palestras produzidas podem ter a participação da platéia através de perguntas identificadas e não polêmicas. A intenção do simpósio acadêmico é apresentar informações, não debater.

Importância de produzir um simpósio

Quando se pensa em produzir um evento na área acadêmica ou científica logo se pensa em informação, utilidade. Então, se você quer informar um certo grupo de pesquisadores ou colegas de áreas semelhantes, o simpósio acadêmico é o ideal para isso.

Com ele a passagem das informações são mais direcionadas para um único tema, sem que haja o debate levantando diversos pontos de vista sobre o assunto.

Tratando-se das apresentações dos trabalhos se pode perceber que é um incentivo a mais para quem produz conhecimento, sejam pesquisadores experientes ou graduandos no início do curso.

Já que agora você, organizador, já conhece como funciona o simpósio acadêmico, por que não produzir um em sua universidade? Use essas dicas para produzir outros simpósios e estimular as produções científicas brasileiras e a integração entre pesquisadores e estudantes.

Caso você já tenha produzido um simpósio quais foram as principais dificuldades? Os participantes confundiram com algum outro tipo de eventos acadêmico? Compartilhe a sua experiência.

Muitos outros organizadores podem ter dúvidas semelhantes que as suas na hora de produzir um simpósio acadêmico.

Gostou? Deixe um comentário

Segredos e dicas sobre o mundo de eventos técnicos-científicos

Junte-se a milhares de pessoas que organizam e participam de eventos acadêmicos e científicos