Como organizar mesa-redonda

Mesa-redonda: como organizar um evento de sucesso

Para saber como organizar uma mesa-redonda é preciso entender bem as características deste tipo de evento.

Assim, você consegue ser mais assertivo nas tomadas de decisões e durante todo o planejamento, otimizando as chances de torná-la um verdadeiro sucesso!

Por isso, neste blogpost, te explicamos tudo sobre:

Existem vários tipos de eventos acadêmicos que podem ser explorados e a mesa-redonda é bastante escolhida para integrar programações de congressos, simpósios e seminários, por exemplo. 

–> Descubra como montar a programação do seu evento da melhor forma possível. 

Dessa forma, ela tem o objetivo de promover um debate de qualidade, levantando questionamentos acerca de um tema específico. 

Além disso, é fundamental que haja a reunião de especialistas, pesquisadores ou acadêmicos, e cada um com um tempo pré-determinado para se apresentar.  

Desse modo, a discussão precisará ser mediada por um moderador, que deve ter total controle e conhecimento sobre o tema em pauta. 

Este moderador será responsável por conduzir perguntas, instigar um bom debate e monitorar o tempo de fala de cada integrante.

A partir desses pensamentos, as mesas-redondas são excelentes para os participantes que desejam conhecer diferentes pontos de vista para desenvolver melhor os seus pensamentos críticos sobre os tópicos levantados.

Aliás, se você não sabe, o ambiente empresarial também é bastante adepto às mesas-redondas porque elas funcionam muito bem para que os funcionários assimilem conteúdos e perspectivas de negócio, por exemplo.

Depois de te introduzir no assunto, chegou o momento que de passar as melhores dicas para organizar uma mesa-redonda. Olha só! 

1. Tenha um foco definido

Mesas-redondas excelentes são sempre aquelas com o foco mais claro. Por isso, durante o planejamento do evento, é importante definir qual tema central será abordado.

Para isso, ele deve ser traçado de acordo com o perfil do público, procurando encontrar as pessoas certas para compor a mesa, bem como assuntos pertinentes que estejam em pauta naquele momento.

Lembre-se: a boa escolha do tema também atrai patrocinadores para o seu evento e, com um projeto de patrocínio bem estruturado, as suas chances só aumentam!

2. Defina os assuntos 

Com um foco central para a sua mesa-redonda, você precisa pensar agora em uma agenda ampla e com grande potencial para discussão. O que isso quer dizer?

Em outras palavras, os conteúdos devem estar dentro do tema, além de abrigar uma boa lista de potenciais convidados para integrá-lo.

Sendo assim, já pense nos assuntos e pessoas relevantes, que, consequentemente, agregariam valor ao evento!

3. Escolha um bom moderador 

A peça fundamental de qualquer mesa é o moderador. Ele, além de ser o presidente da mesa, é quem vai definir o rumo da discussão.

Porém nem sempre é fácil encontrar o moderador perfeito, especialmente se você está trabalhando com patrocinadores que muitas vezes podem estabelecer restrições ou sugerir nomes.

Dessa forma, tenha em mente que a pessoa deve ser articulada, confiante e qualificada acerca dos temas discutidos.

Assim, os moderadores têm que:

  • Coordenar os temas em discussão (ou seja, precisam estar atentos a tudo que é falado);
  • Envolver os participantes menos confiantes e motivá-los a elaborarem questionamentos;
  • Manter a discussão em movimento de uma forma descontraída, mas proposital;
  • Ter carisma.

Mesmo sendo uma tarefa difícil, ao encontrar a pessoa certa, faça o possível para continuar trabalhando com ela.

Além de tudo isso, caso não tenha muita prática com essa atividade, dê preferência para pessoas que possuem experiência com atuação em eventos.

Consequentemente, eles terão maior probabilidade para administrar toda a sequência de debates.

4. Selecione bem a banca de convidados

A qualidade da sua mesa-redonda também depende dos participantes.

Por isso, é necessário que haja um processo seletivo bom e criterioso.

Como um dos principais objetivos da mesa-redonda é levantar questionamentos acerca de um tema, é essencial ter pessoas que possuem pontos de vista distintos.

Dessa maneira, além de serem peritos no assunto, também é interessante escolher aqueles que já têm uma maior vivência em eventos com características parecidas.

Vamos falar do tempo?

5. Determine o tempo

Como comentamos no início do texto, a mesa-redonda pode fazer parte de uma lista de programações maiores ou pode ser o evento principal, ou seja, que ocorre de maneira independente.

Sendo assim, você precisa levar em consideração de quanto tempo será disponível para a discussão. De um modo geral, elas duram cerca de 2h.

Em razão disso, não esqueça também o quanto será livre para cada convidado contribuir com as discussões e  interação com a plateia.

Por fim, deu para perceber que as mesas-redondas precisam de muito planejamento, preparação e uma equipe forte.

Aliás, quer saber como organizar uma mesa-redonda de forma fácil, sem se preocupar com a burocracia da venda de inscrições e do envio de certificados?

Para isso, existem plataformas na internet que ajudam na organização desses tipos de eventos e a Even3 é uma delas. Com a gente, você consegue:

  • Criar um site para divulgar a sua mesa-redonda;
  • Vender inscrições online;
  • Acompanhar o andamento de cada transação;
  • Credenciar todos os participantes no dia do evento;
  • Criar e distribuir de forma automática os certificados.

Então, está pronto para iniciar o sonho da mesa-redonda de sucesso? Clique no banner abaixo!

Crie seu evento na Even3

Também publicamos esse artigo no site Organizando Eventos

Segredos e dicas sobre o mundo de eventos técnicos-científicos

Junte-se a milhares de pessoas que organizam e participam de eventos acadêmicos e científicos